There was an error in this gadget

3/31/2008

Eu sabia que não ia prestar...

Eu sabia que nao ia prestar...
Esse hábito de fingir auto-suficiência
De me fazer de forte
De descartar a paciência
De ignorar a morte
Essa mania de sonhar

Eu tinha certeza de que não serviria pra nada...
Esse meu ar de "eu quero o mundo"
esquecendo que não sou Isabel
Esse meu desprezo vagabundo
pela distância daqui ao céu
E o chôro vara a madrugada

Eu tinha medo de aprender...
Tanta coisa que eu já sabia:
Que o pesar não me daria trela
E nesse coração não caberia
A saudade que sinto dela
E a falta dele me faz morrer

Tanto tempo eu desejei...
Que a poesia tomasse conta
E que fosse mais fácil desenhar
Que se realizasse logo essa vontade tonta
De sempre estar certa, de nunca errar
Mas contrariando o que eu quis, errei.

Me imaginei um anjo a voar...
Olhei para trás, não vi minhas asas
Nem marcas de que um dia estiveram lá
Acordei, tinha sido sonho, estava em casa,
Vesti o jeans, camisa preta, calçei o all star
Essa mania de sonhar...

tsc tsc...eu sabia que não ia prestar

No comments: