There was an error in this gadget

8/17/2007

I'm broken. But, please, don't try to fix me... or try it.


Eu sei que tem mais gente que me ama do que eu imagino.
Mas é que meu egoísmo só me deixa enxergar umas poucas...
Provavelmente as de quem eu tenho algum retorno.
Sei que tem mais gente que não me gosta do que eu imagino.
Mas é que é mais conveniente não ver esse tipo de coisa.
Porque senao vou ter que "nao gostar" de volta.
Sei que há mais lugares interessantes para ver do que sonha a minha vã filosofia,
E que há mais dinheiro no mundo do que eu sonharia em ter,
E que há mais filmes pra serem vistos do que eu conseguiria comer de pipoca,
E que um dia a água do mundo vai acabar,
E que a moda muda mais rápido do que o meu humor...
E que a força que puxa os objetos para o centro da terra é a Gravidade,
E que quem inventou o avião foi Santos Dumont,
E que além de ótimo pintor, Leonardo da Vinci era inventor também,
E que dois corpos não ocupam o mesmo lugar no espaço,
E que internet vicia mais rápido do que crack,
E que comer quando se está com fome dá a impressão de que a comida é mais gostosa,
E que o ano tem 525.600 minutos...
.
.
.
Viu?! eu sei de muita coisa!
Agora me conta, porque é que isso não preenche o vazio que ta meu universo particular? Por que que esse buraco negro não parece estar nem perto de diminuir (quiçá desaparecer)? Por que que eu to tão triste se já me explicaram que isso tudo é bom, de uma certa forma? Por que eu não consigo te ver, se você ainda tá por aqui??
.
.
.
Porque que, mesmo sabendo que HOJE é tudo o que eu tenho na vida, eu não faço alguma coisa pra esse HOJE ser melhor?
.
.
Que aconteceu comigo que eu perdi meu Carpe Diem?
.
.
Me salva Philos....
Pois não tenho muitas esperanças em Eros
E Ágape às vezes me parece muito distante. - apesar disso ser Blasfêmea.
_________________________________________________________
Me desculpem a confusão aih em cima
Mas é que aqui é meu local de desabafo
.
Hmmm deve ser por isso que tão pouca gente vem aqui...
.
.
.
Obrigada aos que vêm...

1 comment:

Ágatha Kretli said...

poucas pessoas se deixam mostrar de forma tão frágil e transparente. Parabéns moça, bem vinda ao mundo dos poetas, onde não se é nem feliz nem triste, só poeta.


E ah, as confusões acabam um dia, mudam, se transformam em outras.
Espero que as suas passem logo, ou sejam logo aceitas por você.
te adoro!

;*