There was an error in this gadget

8/15/2007

Pedido de Natal

Na vontade intesa de voltar no tempo, ela correu pra janela, e botou os sapatinhos lá...
Ajoelhou-se e pediu: "Papai do Céu, caso o Papai Noel não esteja se lembrando, dá um toque no celular dele, por favor, eu preciso muito ganhar o meu presente de natal! prometo não te pedir nada tão cedo. Amém!"
E dormiu.
Acordou num dia muito especial há quase 9 anos em meados de fevereiro.
Deixou o tempo passar como tinha que ser, sem tentar mudar nada, ou quase nada, uma ou outra coisinha ela não resistiu... e então depois de anos e anos de dejavus chegou finalmente aquele natal de novo...
Ela correu pra janela, botou um envelope que continha um cartão:

"Papai do Céu e Papai Noel, muito obrigada!! era o presente que eu queria, não ouso pedir mais nada daqui pra frente. Obrigada! de coração!"

Se deitou, mas não conseguiu dormir.

"A partir de amanhã, tudo vai ser novidade"

____________________________________________________________
Eu queria muito saber desenhar o que eu sinto, os meus devaneios...



"Where has my heart gone,
An uneven trade for the real world
Oh I... I want to go back to
Believing in everything

Where has my heart gone
Trapped in the eyes of a stranger
Oh I... I want to go back to
Believing in everything"

2 comments:

Ágatha Kretli said...

eu te encorajo a desenhar seus devaneios!
Duvido que vc não saiba segurar um lápis!
:P

"O que eu posso fazer pra te deixar feliiiiiiz???"
auhauhauahuahuah
sorry, não resisti.

Ah moça, levanta a cabeça, bola pra frente!
Tem muito mundo nesse mundo de deus.

Gosto de você, tá?
bju!
x)

Carol Rodrigues said...

ahhh como eu queria saber desenhar os MEUS devaneios
no minimo eu seria presa, acusada de ser louca

o.Õ