There was an error in this gadget

1/15/2007

Eu não sei

Sei nao
E se soubesse nao sei se diria
Talvez enfeitasse
Com um pouco de poesia
Talvez mentisse
Pra causar alegria
Talvez me envergonhasse
Me embaralhasse
Me embananasse
Me confundisse
E no final das contas
Talvez dissesse a verdade

O fato é que nao sei.
Nao sei mesmo.
Sinceridade total
200% de honestidade

E por favor, pára
Pára de fazer essa cara
De que ta tudo mal
Mas'to fingindo que ta tudo bem'
Porque eu sei que ela é chantagem
É na verdade uma cara meio assim
'ta tudo bem
Mas se eu fizer essa cara
Eu convenço que ta tudo mal'
Mas essa cara eu conheço
E nao me engana
Não saber direito o que se sente é normal
E afinal, a culpa é bem sua
Nao a culpa de eu nao saber
Mas de você ter que ouvir
Que eu nao sei.

Mas também hein?!
Isso lá é pergunta que se faça?
'que é que você sente por mim?'
Dito assim
Na lata
Sem ser esperado
Sem jogar um verde antes
Sem preparação psicológica.
Isso nao se faz.

E lá vou eu fugir outra vez.

1 comment:

Ariadne Celinne said...

Muito bem! Gostei do texto, nem vou tentar improvisar nos comentários q eu n sei escrever assim... perguntar o q sente é complicado, mas sinceridade é importante, sempre.
bjs para poetisa!