There was an error in this gadget

10/31/2008

a quem interessar possa.

meu anjo,





Recebi por esses dias a indiferença que você mandou, chegou aqui meio atrasada, deve ter dado algum problema nos Correios, mas está em perfeito estado viu? Assim de imediato eu nem soube o que responder... É que fico meio sem reação quando as coisas acontecem rápido demais. Foi assim quando te conheci, sabia? Vi em você o que achei ser um espelho doutrem... era não... era já o que eu te queria sem saber ainda. Sabe o que é? É que a parte do meu cérebro que controla a emoção está brigada com a que controla a razão. Desde que eu consigo me lembrar, elas não se falam, ficam mandando recadinhos, então a razão custa a entender o que a emoção quis dizer e vice-versa. E depois, quando eu percebi o que era, quando percebi que era uma oportunidade de 'amor não-platônico' - coisa a que não estou acostumada - também não deu tempo de reagir, dessa vez quem pensou primeiro foi a razão, ela é meio covardona sabe? Mas eu superei a covardia dela! Fiquei tão bem com essa sensação de que há alguém pra mim, só pra mim... E de repente, não mais que de repente, quando eu queria contar que eu já me sentia assim pronta pra admitir um querer, um gostar e (porque não?) um possível amar... você não estava mais ali...
E lá se foi todo o discurso que eu ensaiei, toda a cena que eu imaginei... Mas sabe? eu entendi em mim uma coisa, e eu queria que você soubesse... O fato de eu não saber te gostar como você merece, não significa que eu não te goste.
Um abraço carinhoso,
sua linda

3 comments:

Felipera(RebentaMininu) said...

affffff.... tbm te amo... ok?

teka said...

AH FALÔ!!! E VC ACHA Q O CRESPINHO VAI LER ISSO NE? juuuuáááááá´
rrraaaaiiiii aaaaaiiii.... fala isso pra ele SÁBADOOO.... EBA EBA EBA...
FUI

Stephanie said...

ih, moça, será que ele desses que "fica esperando alguém que caiba no seu sonho"?

espero que não. A gente pode não gostar do jeito que moço quer, mas pode gostar tanto nossa! (esse negócio de ter a razão brigada com a emoção é dramática, nossa, complica a vida)

beijos