There was an error in this gadget

8/06/2009

recordar é viver?

Como pode tanta coisa acontecer em tão pouco tempo??

Em um dia (21/04/09) eu estava morando com uma amiga aqui em BH.
No outro fui "despejada" (os motivos não cabem aqui) e fui acolhida na casa de outra amiga
Lá fiquei por dois meses e uma semana
Talvez não seja relevante (rá. mentira. é completamente relevante), mas eu estava desempregada.
Situação ficou tensa. surtei. achei um anjo da guarda. sem querer querendo esbarrei num outro anjo, um bem querer. consegui um emprego. fui colocando as ideias no lugar, reaprendendo a pensar.
Saí da casa da amiga supracitada, passei uma semana dormindo na casa de outra pessoa, depois duas noites na casa do cunhado da minha irmã, depois fui pra casa da minha tia, que era uma opção, desde o começo, mas é longe pra Baralho (contagem)
E agora, consegui um lugar, uma república. tomara que dê certo. Não nasci pra ser nômade mesmo nao ¬¬'

E nas entrelinhas, nas partes omitidas propositadamente, teve tanta coisa que me fez chorar
teve tanta coisa que me fez sorrir, gargalhar, me preocupar, querer desistir, desistir, me reanimar, ficar ansiosa, criar expectativa, me decepcionar, sentir saudades, me sentir querida, querer bem, tomar decisões, tomar providencias, tomar uma cervejinha (ninguém é de ferro), aprender lições, sorrir sem querer sorrir - forçada - o que nao passava despercebido por uns e outros. enfim... teve tanta coisa que me fez viver... bem ou mal...um turbilhão de sentimentos...

E hoje, durante o almoço, um moço que cismou que eu sou simpática e, por isso, gosta de almoçar comigo, me disse assim: 'nossa, mas tem tão pouquinho tempo que você mora em BH'

Pra mim, parece uma vida inteira.

E enquanto o moço falava, falava, falava e eu comia, comia comia (em silêncio na maior parte do tempo, pra não decepcioná-lo e provar qu NÃO. EU NÃO SOU SIMPÁTICA.) fiquei ali, com olhar perdido em algum ponto fixo no meio da testa do moço enquanto um filmezinho se passava na minha mente. Um filme cheio de personagens...


[mãe, pai, tetê, paula, heitor, cheddar, jack, mariC, mariR, Mua, clá, dodora, renato, rafa, sol, damy, vitão, dan, gláucio, wilson, tim, bruno, maju, tia helena, tia imaculada, cristiano, rob, sandro, lucas, tiane, thiago, jana, grippe, cléo, kico, gigi, marina, brenda, ju, drica, silvio, fê, felipe, flavio, thiago, diogo, samuka, skell, potatoes, karla, lika, ceição, lud, silvana, erika, marco, geovane, junio, lu, vitim, eduardo, julia, leoni, lucas, assis, tiago, will, lucas, humberto, camila, vivi, thais, mardê, marci, amanda, nina, marcelo, ivan, gus, richard, karen, bia, lorena, katia, márcio, ana, sr. anselmo, alex, viviane, Du]

um filme extenso, confuso, chei de gente... e inda faltar escrever mais nome... vou lembrando e escrevendo

2 comments:

Gilgomex™ said...

sabe que a gente lendo assim seu post... quase nem dá pra reparar que vc é de minas????

ô... imagina se desse!!!

Ludmila said...

Hey...ainda estou aqui (mesmo que nõa faça A diferença)!